Total de visualizações de página

14 de jun de 2012

O MACACO BONOBO, 98,7 POR CENTO IGUAL A NÓS, NOS ENSINA REALMENTE "PAZ E AMOR"





Seres humanos, chimpanzés e bonobos tiveram um ancestral comum há cerca de 6 milhões de anos passados na África. No tempo em que nosso Homo erectus vagava pelas savanas africanas, de uns 2 milhões a 1,5 milhões de anos passados, populações de chimpanzés e bonobos ficaram separados pelo rio Congo.

Os descendentes bonobos (Pan paniscus) desenvolveram padrões sociais distintos dos "primos" chimpanzés (Pan troglodytes). Diferentemente destes primos chimpanzés, eles se esquivaram da dominância "machista" violenta típica dos chimpanzés e ao invés disso, desenvolveram laços de partilha de alimento, brincadeiras e sexo descontraído!

Uma fêmea de 18 anos de idade teve seu genoma sequenciado por cientistas do Max Planck Institute for Evolutionary Anthropology (Leipzig, Alemanha). O resultado principal, publicado em NATURE (2012) doi:10.1038/nature11128, foi:
"O genoma da fêmea bonobo identifica-se 99,6 por cento com as sequências correspondentes nos chimpanzés e com 98,7 por cento das sequências no genoma humano". (Dois alelos em cópia única nas regiões autossômicas no próprio genoma dessa fêmea de bonobo identificaram-se em 99,9 por cento).

Os bonobos se desenvolveram em habitats com mais abudância de alimentos do que os habitats dos chimpanzés. Estes, tiveram que competir por alimentos com os gorilas, que habitam a mesma região norte do rio.

Os bonobos também desenvolveram um comportamento sexual que os fizeram receber o apelido de "macaco hippie" (ética da não violência). Enquanto os chimpanzés resolvem seus desentendimentos com agressividade e têm relações sexuais somente quando a fêmea está no cio, os bonobos praticam "paz e amor". O sexo é entre eles, um forte agente pacificador! Pode até ocorrer entre indivíduos do mesmo sexo. Os bonobos são menos hierárquicos e são matriarcais.

Os pesquisadores admitem no entanto, que genomas de outros bonobos precisam ainda ser sequenciados. Assim como os dos outros símios, chimpanzés e gorilas.

Mesmo assim, a pequena diferença de 1,3 por cento entre bonobos e seres humanos, certamente traduzida como o grande passo evolutivo que a Natureza nos contemplou (com o raciocínio, a inteligência, a linguagem...)nos trouxe o "outro lado da moeda": guerras, genocídios, atrocidades as mais diversas... E assim mesmo continuamos achando que somos os melhores em tudo, principalmente quando comparados com os irracionais!




- Posted using BlogPress from my iPad



- Posted using BlogPress from my iPad

Nenhum comentário: