Total de visualizações de página

9 de fev de 2014

"PANTANAL": ERA ASSIM QUE DEVERIA SE CHAMAR O ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

Dia Mundial das Áreas úmidas

[Reproduzido de WWF-
  1  0  10 

02 Fevereiro 2014  |  4 Comments
Por Bruno Moraes

Neste domingo, 2/2, é comemorado o Dia Mundial das Áreas Úmidas e o WWF-Brasil não poderia deixar a data passar em branco. Afinal, o País abriga a maior área úmida continental do planeta, o Pantanal (juntamente com a Bolívia e o Paraguai), onde projetos de conservação são desenvolvidos desde 1998. Nesse ano, convidamos você a conhecer um pouco mais sobre esse bioma e a se familiarizar com o nosso trabalho na região com dois lançamentos: o vídeo "Ciclo das Águas do Pantanal" e a publicação em formato digital "Movimento pelas Águas do Rio Cabaçal: cuidando das cabeceiras do Pantanal".

Para quem não sabe, todo ano repete-se o ciclo das inundações no Pantanal, proporcionando a renovação da fauna e da flora. O equilíbrio ecológico do bioma depende do movimento constante do subir e baixar das águas que começa em novembro, com a alta dos rios que provoca as enchentes na planície. Porém, em maio, as chuvas param e as águas baixam. Trata-se de um lugar único, mas frágil. Qualquer alteração nesse ciclo hidrológico pode comprometer toda a sua rica biodiversidade.

"Sem dúvida, o Pantanal é um ecossistema inteiramente dependente do ciclo hidrológico. Nesse sentido, é crucial garantir a continuidade desse ciclo que começa com as águas que nascem na parte alta da Bacia do Alto Paraguai e descem para a planície alagada do Pantanal. Essas áreas altas são hoje o foco de grandes transformações, não só relacionadas às atividades agrícolas e pecuárias, mas também pela implementação das grandes obras de infraestrutura, como as barragens para a geração de energia", destaca o coordenador do Programa Cerrado-Pantanal do WWF-Brasil, Julio Cesar Sampaio.

O vídeo produzido pelo WWF-Brasil apresenta justamente esse cenário de cheias e baixas, com ênfase na importância do ciclo das Águas do Pantanal e como ele está diretamente ligado à preservação da rica biodiversidade desse bioma. Assista abaixo:



Já a publicação Movimento pelas Águas do Rio Cabaçal, fruto da parceria WWF-Brasil e HSBC, apresenta uma experiência de conservação e recuperação de nascentes do Pantanal. Situado numa zona de transição entre o planalto e planície da Bacia do Alto Paraguai, a cidade Reserva do Cabaçal (que dá nome ao rio) compõe a chamada "caixa d´água" do Pantanal, pois abriga grande parte de nascentes dos rios que formam o Pantanal.

Um trabalho de mobilização e conscientização do WWF-Brasil foi iniciado em 2009 na região devido ao estado de degradação de nascentes e uma áreas de fundamental importância para o Pantanal. A intenção é que essa experiência piloto ajude outros munícipios em todo o País.

"Acreditamos que recuperar áreas degradadas em nascentes é possível. Exige tempo e recursos humanos e financeiros, mas os resultados obtidos para evitar processos de degradação como os que ocorreram em Reserva do Cabaçal nos animam. Precisamos evitar cada vez mais que os recursos hídricos sejam comprometidos, colaborando assim para uma melhoria na qualidade de vida da população não só do Pantanal, mas também em outras regiões", afirma Glauco Kimura, coordenador do Programa Água para a Vida do WWF-Brasil.

Clique no link ao lado (no canto superior direito) para ler e fazer o download da publicação em PDF.

O Pantanal

Foi reconhecido em 2000 como Reserva da Biosfera. Essas reservas, declaradas pela Unesco, são instrumentos de gestão e manejo sustentável integrados que permanecem sob a jurisdição dos países nos quais estão localizadas. Juntamente com o bioma Cerrado, o Pantanal é reconhecido como uma área prioritária para a conservação da natureza pelo WWF-Brasil, com ações desenvolvidas por meio do Programa Cerrado-Pantanal e do Programa Água para a Vida.

O que são áreas úmidas?

Áreas úmidas é um conceito criado para denominar o conjunto de áreas alagáveis, como lagos, manguezais e pântanos: ecossistemas complexos e variados. Essas áreas. Por outro lado, são frágeis e dependem da água para a sua sobrevivência e das espécies que nelas habitam.

Qual a importância das áreas úmidas para o planeta?

- São ambientalmente ricas;
- Importantes para a manutenção da biodiversidade;
- Abrigam uma grande variedade de espécies endêmicas e prestam importantes serviços ambientais;
- Têm papel fundamental no ciclo hidrológico, ampliando a capacidade de retenção de água da região onde se localizam;
- Fornecimento de água para uso pelos seres humanos;

Nenhum comentário: