Total de visualizações de página

19 de fev de 2014

REPRESAS DE HIDROELÉTRICAS, USINAS EÓLICAS E DE ENERGIA SOLAR...TODAS MATAM ANIMAIS. QUAL DELAS CAUSA MENOR IMPACTO SOCIOAMBIENTAL!?



[Reproduzido de INFO Online]
19/02/2014 12h57 - Atualizado em 19/02/2014 17h56

Efeito colateral: maior usina solar do mundo queima aves até a morte


BrightSource Energy
Pássaro morto pela usina solar

A maior usina solar do mundo encantou o mundo com sua beleza e enorme potência de gerar energia limpa. Mas parece que existem efeitos colaterais que podem ser prejudiciais ao meio ambiente. O pássaro acima, por exemplo, morreu queimado devido aos altíssimos níveis de calor da usina.

Infelizmente, esta ave não é a única morta por causa da usina Ivanpah Solar Electrict Generating System. Onze pássaros foram encontrados feridos ou mortos durante a fase de testes, ainda em 2013.

O número aparece em um relatório mensal feito pela própria Ivanpah que aponta a morte das aves. Mas, segundo a pesquisa, a morte de pássaros já era um efeito colateral esperado pela usina, que fica no deserto de Mojave, na Califórnia, nos Estados Unidos.

O grupo de pássaros mortos inclui gaviões, aves de rapina noturnas, mergulhões, falcões peregrinos e pardais. Uma análise do corpo desses animais apontou que muitos estavam com as penas queimadas.   

Os mais de 300 mil espelhos controlados por computador refletem a luz solar para caldeiras no topo de torres. O poder do Sol aquece a água nos tubos das caldeiras e o vapor movimenta as turbinas para gerar eletricidade.

Esse processo faz com que o calor em torno da usina seja intenso e que possa alcançar 573 graus Celsius, em um processo que queima até a morte os pássaros que sobrevoam o local e, consequentemente, passam pelos feixes de luz concentrada. Além desse problema, biólogos alertam que os pássaros podem confundir os espelhos com um lago. Eles descem atraídos pela água e encontram espelhos. Além da possibilidade de colisão, podem se queimar ainda mais com o calor do espelho. 

Grupos de ambientalistas têm questionando o valor da energia mais limpa quando a fauna nativa está sendo ferida ou morta. Atualmente, reguladores estaduais e federais estão fazendo um estudo sobre os efeitos da Ivanpah sobre as aves e tentando descobrir como minimizar a mortalidade das aves.

Mas, segundo a Comissão de Energia da Califórnia, a perda de vida selvagem local e outros problemas ambientais relacionados a isso representam efeitos colaterais aceitáveis diante dos benefícios. A Ivanpah é capaz de produzir 392 megawatts de energia. Essa quantidade de energia é suficiente para abastecer cerca de 140 mil casas da Califórnia.


Nenhum comentário: