Total de visualizações de página

19 de ago de 2014

ALGUÉM DENUNCIAR ÀS AUTORIDADES QUE SERÁ ASSASSINADO...NA ZONA RURAL, NÃO SURTE O EFEITO DESEJADO: SOBREVIVER!!!

[Toda a matéria em http://amazonia.org.br/2014/08/presidente-de-associa%C3%A7%C3%A3o-rural-e-esposa-s%C3%A3o-mortos-ap%C3%B3s-denuncia-contra-pms-e-pol%C3%ADticos-do-mt/]

Presidente de associação rural e esposa são mortos após denúncia contra PMs e políticos do MT




O Presidente da Associação ASPRONU (Associação de Produtores Rurais Nova União), Josias Paulino de Castro, 54 anos, e sua esposa, Ireni da Silva Castro, 35 anos, foram assassinados neste sábado (16), no Distrito de Guariba, no Município de Colniza. Os corpos foram encontrados crivados de tiros de arma de fogo calibre 9mm, que é de uso restrito. “Será que eu vou ter que ser assassinado para que vocês acreditem e tomem providências”, havia dito a vítima na semana passada.

A execução revoltou moradores da região, já que todos sabiam que o casal, ainda neste mês de agosto, havia ido até Cuiabá realizar várias denúncias ao ouvidor Agrário Nacional, desembargador Gercino José da Silva. Segundo informações do site O Pantanal Online, ele teria denunciado alguns políticos da região, por extração ilegal de madeira. Também denunciou a Polícia Militar por irregularidades em órgãos do governo por emissão irregular de títulos definitivos das terras na região.

[...]

Nenhum comentário: