Total de visualizações de página

19 de abr de 2015

"AFOGANDO-SE EM LIXO ELETRO-ELETRÔNICO". UMA "MINA URBANA" DESPERDIÇADA

Reproduzido de BBC News

Dos 41,8 milhões de toneladas do lixo de eletro-eletrônico descartado no mundo, em 2014 (segundo pesquisadores da  Universidade das Nações Unidas), 60% provêm de equipamentos que eram usados em cozinhas, banheiros e lavanderias. O grosso de tal lixo é constituído por aparelhos de micro-ondas, máquinas de lavar roupas e de lavar pratos e outros equipamentos elétricos ditos "brancos".

Somente 16% dos itens descartados entram na cadeia dos reciclados.

Foto: somente 7% da montanha global do "e-waste" (rejeito eletro-eletrônico) são de telefones,
computadores e impressoras.

Os Estados Unidos são os "campeões", sendo responsáveis pelo descarte de 7.072.000 toneladas desse descarte. Segue-se a China com 6.032.00 toneladas; e depois o Japão, com 2.200.000 toneladas.

As nações europeias estão no topo, quanto aos rejeitos produzidos por cada cidadão. Na Noruega, cada habitante joga fora 28,4 kg de lixo eletro-eletrônico. Em contraste, na África, é menos de 1,7 kg.

"Mina urbana"

Nessas 41,8 milhões de toneladas de rejeitos estima-se haver mais de 16 milhões de ferro, 1,9 milhão de cobre e 300 toneladas de ouro assim como de outros metais preciosos como o paládio. Valor total:  U$52 bilhões!!!

Enquanto isso, oferece-se gratuitamente para o planeta, material potencialmente tóxico desse lixo, como por exemplo, o chumbo, nele existente.


Nenhum comentário: