Total de visualizações de página

7 de dez de 2012

A TRANSPOSIÇÃO ABANDONADA EM PERNAMBUCO

[Reproduzido da edição de 09/11/2012 do Jornal Nacional , da rede Globo]

Em seguimento à postagem anterior neste www.ecologiaemfoco.blogspot.com (A TRANSPOSIÇÃO EXPLICADA), acesse abaixo (copie e cole no seu navegador) e veja o vídeo sobre a tão decantada "transposição":

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2012/11/obras-de-transposicao-do-rio-sao-francisco-estao-abandonadas-em-pe.html


Canteiros de uma obra bilionária, iniciada há cinco anos para levar água ao semi-árido nordestino, estão abandonados ["coincidindo com a aceleração das obras dos estádios para a copa"]. A repórter Mônica Silveira mostra que o atraso na transposição do Rio São Francisco é visto com tristeza por quem enfrenta a pior seca dos últimos anos na região.
Outro dia de sol implacável. Os sertanejos quase não conseguem sustentar a esperança que invadiu o coração deles cinco anos atrás.
“Eu não tenho esperança dessa água chegar aqui não, viu?”, diz a agricultora Maria da Paixão Souza Marques.
A obra para salvar 12 milhões de nordestinos da falta de chuva começou em agosto de 2007. Pela previsão inicial, até o fim de 2012 a transposição estaria concluída. Ela levaria água do São Francisco a municípios de quatro estados por dois canais de concreto, chamados de Eixo Norte e Eixo Leste. Mas hoje, trechos de canal que já tinham sido concluídos estão rachados e precisam ser refeitos.
No caminho da transposição fica Sertânia, 34 mil habitantes com sede. O nível da água do reservatório da cidade está reduzido a 4,5%. Ele fica bem ao lado dos canteiros que as construtoras abandonaram, alguns ainda cheios de máquinas encaixotadas. As empresas também deixaram para trás quilômetros de buracos escavados na terra, onde o mato já cresceu.
O Ministério da Integração alega que as obras são muito mais complexas do que o imaginado no projeto inicial e que, até agora, na média, avançaram 43%.

Nenhum comentário: