Total de visualizações de página

23 de mar de 2014

NO DIA MUNDIAL DA ÁGUA: INJUSTIÇA EM ISRAEL PELO SEU USO POR PALESTINOS

O apartheid da água na Palestina - um crime contra a humanidade?

[o artigo completo, em inglês, pode ser visto em:
http://www.theecologist.org/News/news_analysis/2329259/water_apartheid_in_palestine_a_crime_against_humanity.html ]


Agricultor Fadel Jaber é preso por 'roubar água " em aldeia palestina. Israel construiu encanamentos
na área, mas eles somente servem ao exército e aos assentados. Os palestinos são forçados a dirigirem-se à cidade mais próxima e comprarem água em depósitos.


Hoje é dia mundial da água das Nações Unidas - um dia para lembrar os milhões de pessoas que são incapazes de satisfazer as suas necessidades de água limpa, segura, devido à seca, a pobreza e a negligência oficial.
Mas é também o dia para lembrar que 2,1 milhões de palestinos que sofrem uma escassez "deliberada" de água.

Assentamentos israelenses se beneficiam de água abundante para irrigação em fazendas e pomares, e em piscinas e "spas", enquanto palestinos lutam para ter acesso a um mínimo necessário de água.

Aumento da pressão internacional traz esperança de que a maré pode estar finalmente mudando para os palestinos que lutam por justiça de água na Cisjordânia e em Gaza - em particular, recentes investimentos e decisões de parceria contra a empresa de água  Mekarot, que gerencia a água de Israel com política discriminatória na Cisjordânia.

Nenhum comentário: